Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010


Quando falo, todo mundo acha que estou querendo aparecer, que sou ridícula quando fico quieta, insolente quando respondo, inteligente quando tenho uma boa idéia, preguiçosa quando estou cansada, egoísta quando como um pouquinho mais do que deveria, estúpida, covarde, calculista e outras coisas.O dia inteiro só ouço dizerem como eu sou uma pessoa irritante, e apesar de rir e fingir que não me importo, eu me importo sim. Gostaria de pedir a Deus que me desse outra personalidade, uma que não crie antagonismos com todo mundo. Mas isso é impossível. Estou presa ao caráter com qual nasci, e mesmo assim tenho certeza de que não sou má pessoa. Faço o máximo para agradar a todos, mais do que eles suspeitariam num milhão de anos. Quando estou no andar de cima, tento rir porque não quero que vejam meus problemas. O diário de Anne Frank

Nenhum comentário:

Postar um comentário